O que poderia haver, afinal, que fosse mais importante que a própria verdade, se não fosse o poder sugerido pela nossa autonomia lógica? Tudo aquilo que o Universo pede que aceitemos, na nossa mente podemos recusar e criar de outra forma. Entra-se assim num reino de muito poder, mas um reino que não existe, é um poder ilusório. É uma loucura sedutora, e talvez uma loucura seminal da qual partem e desenvolvem-se depois muitas outras, todas alienações do real. Não deixa de ser notável que Aristóteles já fornece um entendimento mais fino desta distinção, colocando a sabedoria como uma espécie de visão.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s