Ontem, como de costume, o capitalismo quebrou o meu galho

Waze

 

Dependendo do horário, levo entre 20 e 30 minutos para voltar do meu trabalho até a minha casa. Sei que sou, em São Paulo, um privilegiado. Os milhões de pessoas que vivem nesta bagunça que ainda chamam de cidade gastam partes imensas de suas vidas em carros, ônibus, trens, etc. Assim, as pessoas acabam fazendo de tudo enquanto se movem por São Paulo. Lêem livros e mais livros no trânsito e nos coletivos, e escrevem suas complexas teses de mestrado. Há tempo suficiente para a ocorrência de casamentos e divórcios inteiros, com direito a todos os dramas e festas. Daqui a pouco uma mãe saudável poderá conceber, gestar e dar luz a uma criança, apenas no tempo de percurso entre uma baldeação e outra. E até a última estação, a criança já poderá estar devidamente alfabetizada.

Se eu gasto por volta de uma hora por dia no trânsito, até que sou feliz para a média paulistana.

Mas ontem o comunismo conspirava para estragar o meu retorno ao lar. Como trabalho bem próximo da Avenida Paulista, qualquer manifestação que se faça nesta cidade afeta o trânsito por ali. E ontem, como se sabe, foi o dia dos pixulequeiros protestarem à favor (sim, é isso mesmo, protesto à favor) de Dilma, do PT, etc. As ruas ficaram entupidas como as veias de um infartado. E foi ficando pior com o horário, foi ficando pior.

Para o meu azar, fui sair às 21:30 do trabalho (afinal, temos que trabalhar duro para poder pagar os sanduíches de mortadela dos pixulequeiros), bem quando as vias locais pareciam absolutamente intransponíveis.

Abro o Waze, meu melhor amigo no trânsito. Ele me diz que, pelo caminho tradicional, vou levar algo em torno de 45 minutos para chegar em casa. E agora, que faço?

O próprio Waze resolve esses problemas. Me recomendou um caminho alternativo para escapar da marcha do pixuleco, e pude chegar em casa, de fato, em 25 minutos.

Ontem, como de costume, o capitalismo quebrou o meu galho.

Mas precisamos de mais, de mais!

Eis uma idéia: que tal uma startup inventar um aplicativo que reconhece a safadeza esquerdista na web?

Já pensou? Você entra num site ou num portal qualquer, e o app diz: “atenção, detectada a presença de esquerdismo nesta página, risco de contaminação de aproximadamente 76,18%.”

Alguém poderia entrar no meu próprio site, e o app garantiria: “siga tranquilo, página livre de socialismo.” Meu site, e mais tantos outros, poderiam ser certificados com um selo anti-bullshit. Seria o máximo.

Prezados empreendedores, se executarem a idéia, lembrem-se de mim e dos meus 10%. Obrigado.

Mais capitalismo, por favor! Mais capitalismo!

 

Anúncios

Uma resposta para “Ontem, como de costume, o capitalismo quebrou o meu galho”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s