Duas possibilidades implícitas

Lotérica

Por que quando a Mega-Sena acumula R$ 170 milhões as filas das casas lotérias ficam quilométricas, enquanto que quando o prêmio está num nível normal, de “apenas” alguns milhões, as filas são tranquilas e bem menores?

Algo está errado.

Minha premissa: se você pegar qualquer fulano nessas filas quilométricas e perguntar se o cidadão aceita receber, pelo seu jogo, não R$ 170 milhões, mas, digamos, uns R$ 5 milhões, eu acredito seriamente que ninguém diria não. Ganhar R$ 170 milhões não é mais certo ou garantido do que ganhar R$ 5 milhões, ou, na verdade, qualquer outro prêmio.

Algo está errado.

Há duas possibilidades implícitas aí:

  1. O povo age irracionalmente, pelo efeito de propaganda do prêmio acumulado e comportando-se como uma manada, pois jogar valeria a pena para ganhar tanto um prêmio de poucos milhões quanto de muitos milhões;
  2. O povo age cinicamente, acreditando sem dizer tão claramente que a loteria é manipulada, ou seja, que quando é do interesse da Caixa (ou seja, do governo), a administração do sistema lotérico deliberadamente faz o prêmio “acumular na marra”, tornando mais provável, depois que as somas acumulam um saldo bem mais gordo, que o prêmio saia. Portanto um prêmio acumulado “aumenta” as chances de o cidadão ganhar.

Na verdade, se você pensar bem, a segunda possibilidade também remete a um comportamento irracional no fim das contas: qual é o sentido de você gastar o seu dinheiro num sorteio que você já acredita de antemão que é manipulado?

O Brasil não existe.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s