E nesse dia o taurino descobriu a beleza

§ 1. Merlí. Nova série no Netflix. Um professor de filosofia ensina seus alunos e vive com eles dramas, comédias e tragédias. Poderia ser algo mais, mas às vezes (e na verdade na maioria das vezes) um professor de filosofia é apenas um professor de filosofia. O que é sempre algo um pouco decepcionante. Inspirado, mas não intuitivo; libertino, mas não livre; inteligente, mas não sábio. E bastaram três episódios para que um tédio devastador me dominasse, me mandando ir fazer outra coisa.

§ 2. Ensinar é uma coisa, educar é outra. Ensinar é mostrar como se faz algo, serve para ter algo novo ou poder algo novo. Educar é mostrar como se é alguém melhor, serve para ser melhor. Mas você não pode dizer que alguém pode ser melhor do que já é se não reconhece alguma autoridade moral, alguma referência transcendente que sirva de objeto reflexivo e contemplativo. E eis a limitação dos nossos “educadores” de hoje; o máximo que podem afirmar é que é preciso “ser crítico”, “ser você mesmo”, e outras perfumarias. Merlí introduziu seus alunos, que até então eram mais livres e ainda estavam ilesos, à toda a mediocridade contemporânea da auto-afirmação humanista. E a escola industrializou todo o processo idiotizante. Mal alguém é matriculado e a estupidez já está com o futuro garantido até a aposentadoria.

§ 3. Os jovens sempre estão abertos ao descobrimento, e querem adquirir suas preferências. E eis que existem “educadores” e “mestres” prontos a mostrar todo um mundo que não existe, e do qual vai dar bastante trabalho sair. As abstrações e os dramas são oferecidos antes da substância da vida, das verdades e belezas inegáveis e inescapáveis. E o jovem assiste a palestra e abre a revista antes de abrir a própria janela e ver a paisagem.

§ 4. As janelas são umas das últimas esperanças da humanidade. Outro dia o amigo bateu no Messenger: “a Espanha é linda”. E nesse dia o taurino descobriu a beleza. Quantas telas depois isso aconteceu? Quantas perdas e dispersões numa vida? O amigo conheceu idéias e manchetes, chamadas e palavras de ordem durante toda uma vida. Estava caindo, de barranco em barranco, se apoiando numa frase, escorando num slogan. E um dia ele conhece uma paisagem espanhola e a beleza toca o coração. Há, eis a questão, todo um mundo real, toda uma beleza real, e não há cartaz de passeata, não há outdoor no mundo, que consiga tampar uma beleza espanhola.

§ 5. Há todos os dias uma esperança de descoberta, e é preciso confiar no invisível que de repente se escancara. É preciso mirar pacientemente o pano do mundo esperando a grande abertura que a qualquer momento pode acontecer, a grande estréia duma verdade espetacular. O mundo é um vidro embaçado, é uma vitrine vazia de bondades, de verdades e de belezas, e recheada e coberta de estrume de todas as espécies. Este é o mundo humano, é o mundo dos filosofantes, o mundo de Merlí. O humanismo embaça o cosmos e tampa a luz, é o pano do mundo que um dia terá de ser aberto, e até rasgado, para que apareça atrás dele a paisagem duma paz insuperável. Bendito será o dia em que nenhuma boca se abrirá para falar uma mentira, uma falsidade, mas só dirá a verdade, a beleza e a bondade.

§ 6. Feliz ou infelizmente, parece que este será o dia da morte. E quem diria, até um vilão como Thanos pode ter alguma razão em querer cortejar a rainha da noite, e de irar porque tenha um dia sido desperto do pacífico sono. Mas o vilão nunca vê tudo.

§ 7. Hoje não vou lhe pedir que compre a merda do meu livro. Não precisa. Você está livre de mim, e eis a maravilha: eu também estou livre de você.

Esse non videri,

RS

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s